Serviço de Psicologia e Orientação

Normas de Acção do Serviço de Psicologia e Orientação

 

  1. Atendimento/Entrevista de âmbito Psicológico e/ou Pedagógico

Os atendimentos dos alunos podem ser solicitados pelos próprios alunos, professores, directores de turma, direcção da escola, pessoal não docente e encarregados de educação.

O pedido de entrevista pode ser efectuado directamente à psicóloga, pelo interessado, ou através de outro elemento da comunidade educativa.

Os alunos e encarregados de educação são atendidos, em função das disponibilidades do SPO e das prioridades dos casos, após marcação prévia de hora.

Se o atendimento não for da iniciativa do aluno, realiza-se previamente uma caracterização do caso, para conhecimento da situação e da necessidade de atendimento pelo SPO, a efectuar por escrito pelo elemento que solicitou a intervenção.

Quando o objectivo do atendimento é a elaboração de um Plano Educativo Individual, o que pressupõe avaliação psicológica, o pedido será realizado durante o 1º período lectivo.

A elaboração do PEI é da responsabilidade conjunta do SPO, do professor coordenador do Núcleo de Apoio Educativo, do Director de Turma e dos professores da turma.

Se o atendimento for marcado em tempo lectivo, a psicóloga justificará a falta do aluno através do preenchimento de impresso próprio, a ser entregue ao respectivo director de turma.

Quando a natureza do atendimento a prestar ultrapasse as possibilidades de intervenção em âmbito escolar, os casos serão encaminhados para outros serviços.

  1. Programa de Orientação para a Carreira

Este programa é dirigido a todos os alunos do 9ºano, sendo a sua inscrição voluntária e gratuíta.

O programa é desenvolvido numa primeira fase com o grupo turma e numa segunda fase com menos elementos, que culminará com entrevistas individuais de orientação.

No ínicio do ano lectivo procede-se à divulgação desta actividade de orientação, numa sessão de sensibilização para o grupo turma  e com a presença do respectivo director de turma. Cada turma terá um horário previamente definido, de acordo com as disponibilidades dos alunos e da psicóloga do SPO.

Os encarregados de educação são informados sobre os objectivos e funcionamento deste programa, através de circular distribuída durante a sessão de sensibilização.

A entrega e análise dos resultados, em termos de perfis psicológicos, só será possível a alunos que completem o seu processo de orientação e apenas ao próprio.

  1. Sessões de Informação Escolar e Profissional

As sessões são dirigidas aos alunos que, no final do ano lectivo têm de efectuar escolhas com implicações vocacionais.

São realizadas, normalmente, uma para cada um dos seguintes anos de escolaridade – 9º, 11º e 12º.

A sua realização poderá ser em função das solicitações dos alunos, dos professores ou por iniciativa do próprio SPO.

Após estas acções os alunos, em função das suas necessidades, poderão marcar atendimentos individualizados com a psicóloga.

  1. Exames de Orientação

Realizam-se exames de orientação preferencialmente a alunos que, não tenham tido qualquer acompanhamento a nível da orientação vocacional.

Ao nível do 9º ano, só se realizam exames de orientação a quem, por um motivo válido, foi impossibilitado de frequentar o Programa de Orientação.

Ao nível do ensino secundário realizam-se exames de orientação a alunos que o solicitem, dentro das disponibilidades do SPO.

Para dar resposta a todos os pedidos os alunos interessados deverão inscrever-se no SPO, até final do 2º período.

  1. Parecer sobre Retenções Repetidas

Para o SPO emitir um parecer sobre as retenções repetidas, deverá ser-lhe entregue, no ínicio do 3º período, um levantamento das eventuais situações.

Durante e após as reuniões de avaliação do 3º período o SPO deverá ter conhecimento completo dos diferentes casos, para dar o respectivo parecer atempadamente.

Os casos que requeiram uma avaliação específica, por parte deste serviço, deverão ser analisados e marcado atendimento com o aluno em questão e respectivo encarregado de educação, no horário definido pela psicóloga.

  1. Articulação com outros serviços

As normas das reuniões com os órgãos de gestão da escola são as vigentes no Regulamento Interno da Escola.

A articulação entre as diversas estruturas é realizada através de reuniões formais e contactos informais.

O SPO colabora com os órgãos de gestão da escola e com os diversos grupos de trabalho, sempre que solicitado e em função das possibilidades do Serviço.

Articula com o professor de Apoio Educativo, sempre que as características dos alunos o exijam, discutindo e analisando os casos em conjunto, para um melhor acompanhamento, sendo da competência do SPO a avaliação psicológica.